Por que RPG?

Antes de começar a leitura preciso alertar a você que se espera um simples resumo de maneira histórica sinto em lhe decepcionar, temos o Wikipedia pra isso, não é? Vamos olhar o melhor o jogo através de sua essência. 

Há algumas décadas atrás nós éramos presenteados com o lançamento de uma animação que marcaria a infância de muitos adultos ‘’ A Caverna do Dragão’’ estreava apresentando há muitas crianças, Dungeons & Dragons em seu nome original, a série imergia seus telespectadores em uma saga junto com seus personagens marcantes, se sua infância foi marcada por assistir esse clássico então compreende que em nossas mentes eles até pareciam mais reais não é?

Arte de
Alexandre Salles

 Um simples jogo de RPG foi o grande pai dessa animação Old School apresentada acima, um grupo de amigos que decidiram se reunir e jogar os dados decidiram registrar a aventura que jogavam entre si resultando no grande sucesso que se tornou. Um jogo de dados, papel e lápis, necessitando apenas de imaginações férteis para criar o mundo que desejarem viver a cada mesa jogada.

  Sair com os amigos ao shopping é ótimo, mas já imaginou ir com eles até a idade média, ser a criatura mais temida das ruas de sua cidade? Ou melhor… Já imaginou ir com eles até um mundo de fantasia aonde só a sua imaginação pode limitar o seu personagem?

 Jogar RPG é isso, é mais do que jogar os dados, é poder viver a diversão gerada pela criatividade na mente de cada um. A cada briga em uma taberna por causa de um Orc que bebeu demais, ou reino salvo em busca de um perdão real, a cada aventura jogada você tem a chance de pisar em mundos que nunca imaginou conhecer, por quê RPG? Bem, por isso RPG.

Neto Lima


Neto Lima

Vinte e um invernos, autor de ''A Sombra de Uma Profecia: O Nascido da Luz''.

Desenvolvido por Vedrak  2018-2019