Conselhos

Para a vida intelectual

Dos prolegômenos aos estudos, o Prof. Olavo de Carvalho afirma com convicção que o imaginário brasileiro entrou em sono profundo desde o início do assassínio em prol da revolução cultural. Esclarece isto na sua primeira aula do COF:

O conhecimento implica em uma série de conversões de uma coisa em outra.

Também aponta que devido a essa necessidade de “conversões”, devemos obter primeiramente o senso do concreto e do abstrato, sendo isso um metódo filosófico essencial para o entendimento da essência de cada elemento.

A expressão da experiência é o começo de todo conhecimento humano.

O filósofo Olavo, além disto ressalta a importância da literatura:

“Deve-se procurar expressar a experiência, a partir da memória, de tal modo, a criar uma forma mental que possa ser repetida tão logo as mesmas palavras que sejam ouvidas. O que é isso? Isso é a arte literária. Sem esse domínio da linguagem sob seu uso literário, não há mais nada. É por isso que a educação deve começar com a linguagem e com a literatura: sem isso não vai. E quando a literatura decai, tudo decai.”

Segundo o autor de “Aristóteles em nova perspectiva”, a literatura é a expressão mais direta e completa do imaginário;

Deduzindo a seguinte analogia temos que justamente por isso brasileiros tem dificuldade de ler ou de possuir tal hábito, vários alunos do Sr. Carvalho me contaram que tiveram total mudança de ideias ou simplesmente saíram da “Matrix”, tenha que se você ler, não é para ser nenhum crítico ou algo do tipo, mas para encaixar esta peça fundamental da mente humana que deveria ser condizente com a realidade, tal qual não é! Serão anos para recuperar a cabeça brasileira afundada em jargões e repetições baseadas em livros totalmente comunistas que nos fazem sentir culpa, não pelo fato de não estudarmos, mas justamente por não abrirmos nossos horizontes. O imaginário por si só, trata-se de uma concepção ampliada da mente, para ajustar a realidade e o conhecimento humano, é um ato quase terapêutico.

O professor assina em baixo quando se trata da solidão de pessoas que buscam a verdade, inclusive cita Santo Tomás de Aquino, na importância do fato de buscar pessoas que repudiam as mesmas coisas que você e possuem os mesmos propósitos junto desta verdade.

Ubi vera amicitia est, ibi idem velle, et idem nolle, tanto dulcius, quanto sincerius.

“Onde está a verdadeira amizade, aí está o mesmo querer e o mesmo não querer, tanto mais agradável, quanto mais sincero.”

Santo Tomás de Aquino, Summa Theologiae I.42.3

Sem mais delongas, dar-lhes-ei o pão, vós deveis buscar a manteiga para assim começar a jornada de sair dessa burrice quase que entrelaçada com o brasileiro.

  • Leia o máximo de romances, o autor mais recomendado é Machado de Assis, devido a compatibilidade de suas obras com a realidade atual. Pesquise por obras nacionais do período monárquico de preferência até os mais atuais.
  • Não arrisque filosofia nem nada semelhante, por ora você é um bosta, portanto se afogue em literatura ao máximo, assim terá base seja para refutações ou qualquer estudo realmente sério diferente de ficar de picuinhas em grupinhos.
  • Siga fortemente os conselhos do Profº Olavo, lembrando que este artigo não tem propósito de ser algo revolucionário tampouco uma opinião política, um lembrete que todo aluno do filósofo deve carregar na sua alma, é um treinamento de alguém que está devorando livros!
  • Tente escrever histórias sem fins lucrativos, por enquanto você está recém-saído do limbo intelectual.
  • Faça perguntas, leia as transcrições, faça resumos e mantenha-se atento.
  • Não traia seu professor, isso é coisa de gente babaca.
  • E pense sempre na Igreja Católica, nos exemplos que tivemos dos santos, doutores angélicos.
  • Reze e estude, pois disto sairá uma pessoa resistente ao mundo moderno.

Obs: Não tenho mérito algum de dar palpite, este artigo serve para testes, afinal não estou devorando três livros a toa.

  • Leia o máximo, o máximo mesmo!!!Vou pegar no seu pé, leremos juntos!!
  • Palpiteiro tem que calar a boca.
  • Este texto é uma síntese-observação baseada em experimentos que tive ao longo do tempo que conheci o professor, sem mais delongas obedeça e cale a boca, a guerra é cultural.

mscurie/COF

Dicas de leitura do Olavo, etc… Contribute to mscurie/COF development by creating an account on GitHub.

//cdn.embedly.com/widgets/platform.js

  • Neste link, faça uma checklist ou transfira para outro local. Trata-se de livros recomendados pelo professor, então é coisa importante rapaz!

Agora, au-revoir e pare de ficar tretando com comunistas, deixem eles em seus “imaginários” reduzidos a siriricar e proletariado, vá ler Machado ou Lima Barreto.

Salve Maria!

leitura

Desenvolvido por Vedrak  2018-2019